Apesar da pressão, Galo só empata com Inter em João Pessoa

Foi uma das maiores pressões deste Paraibano. O Treze entrou determinado a vencer e foi para cima desde o início. Era um bombardeio, que mal deixava o Inter respirar. E só com o passar do tempo, com muita difucldade, é que o Inter começou a conseguir raciocinar em meio aquele inferno. Moral da história? O Treze era só ataque. Mas bem de vez em quando o Inter também conseguia chegar. E quando isto acontecia, era para quase marcar. O Galo, portanto, merecia a vitória. Mas não se pode dizer que o Inter também não fez por onde. Foi, enfim, um jogo interessante de se ver. O Treze ainda balançou as redes no primeiro tempo, mas o gol foi anulado. E assim, as definições ficaram para a etapa final. No segundo tempo, as coisas funcionaram quase da mesma forma. Com a diferença que cada um marcou uma vez. O Inter abriu o placar aos cinco minutos, com Thiago. E o Galo empatou aos 24, com Érico Júnior. O Galo merecia ganhar, mas o Inter soube aproveitar as falhas defensivas do rival.

O empate beneficia o Treze, que volta para Campina Grande com o prêmio de consolação de retornar ao G-4 do Campeonato Paraibano. O Alvinegro chegou aos 17 pontos e está empatado com o Trovão Azul. Mas leva vantagem porque tem um saldo de três, enquanto o saldo do time cajazeirende é de apenas dois positivo. O Inter, por sua vez, fica com um ponto a menos que ambos, ocupando a sexta colocação.

Na próxima rodada, que acontece apenas no meio da semana que vem, tanto Treze quando Internacional jogam fora de casa. O Galo vai enfrentar o Sousa. O Colorado vai medir forças com o Serrano.

GE