Botafogo decide manter parte da comissão técnica de Itamar Schuller

O Botafogo-PB está em fase final de preparação para o duelo deste sábado contra o Salgueiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. A partida marca a estreia do técnico Ademir Fonseca, escolhido pela diretoria alvinegra para substituir Itamar Schülle, que não suportou as cinco derrotas consecutivas na terceira divisão e acabou demitido. No entanto, o banco do Belo no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, vai contar com rostos conhecidos dos jogadores. É que o clube manteve três profissionais da comissão técnica de Schülle e ainda promoveu Ramiro Souza ao posto de auxiliar técnico.

Herança da gestão de Itamar Schülle, permaneceram no Botafogo o analista de desempenho Michel Luz, o preparador físico Marcos Galgaro e o preparador de goleiros Austrália Morais. Por outro lado, foram desligados do clube, além do treinador catarinense, o seu auxiliar Lucas Isotton e o preparador físico Carlos Gamarra.

Questionado sobre a possível contratação de profissionais para compor a sua própria comissão técnica, Ademir Fonseca disse que o clube vive a reta final da primeira fase e disse que a hora é de contar com as pessoas da casa.

- Ramiro já é de casa, conhece o clube e o elenco. Depois, estamos na reta final de campeonato e os profissionais que normalmente trabalham comigo estão empregados. E se é para eu contratar uma pessoa com quem eu nunca trabalhei, prefiro mesmo é manter a atual comissão.

E reforçou:

- Os sonhos deles também são os meus. Queremos classificar o Botafogo - completou Ademir.

Na sétima colocação, com 14 pontos, o Alvinegro está a três pontos do Remo, o primeiro time no G-4, e a dois pontos do Confiança, a primeira equipe na zona do rebaixamento.

GE