sexta-feira, 4 de agosto de 2017

STJD suspende Zezinho por 50 dias e aplica multa de R$ 7 mil ao cartola Botafoguense

Em julgamento realizado na manhã desta sexta-feira (04) pelos auditores da Quinta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por invadir o campo e ofender a arbitragem na partida entre Cuiabá e Botafogo, pela Série C do Brasileirão, o presidente do Botafogo, José Freire da Costa (Zezinho Botafogo), foi punido com 50 dias de suspensão e multa de R$ 7 mil pelas palavras ofensivas e absolvido da denúncia de invasão. A decisão cabe recurso e a direção do Belo já adiantou que vai entrar com um efeito suspensivo.

Na súmula da partida, em que o Botafogo perdeu por 1 a 0, com um gol de pênalti, o árbitro Antonio Neuriclaudio R. Costa, do Acre, relatou a invasão do cartola: “invadiu o campo de jogo e foi até o local onde estava a equipe de arbitragem, onde o mesmo ofendeu toda a equipe de arbitragem da partida dizendo: " vocês são ladrões, um bando de safado, porcaria, filho da p*, não aguentou a pressão do time local, roubaram minha equipe”

A decisão da Quinta Comissão Disciplinar do STJD deve ser publicada no início da próxima semana. Assim, enquanto não sair uma definição sobre o recurso do departamento jurídico do clube, Zezinho ficará afastado do cargo. O vice-presidente Guilherme Carvalho (Novinho) é quem assume as funções do cartola.

Matéria completa no Correio da Paraíba