Com histórico de formar treinadores, CSP planeja efetivar Léo Oliveira para 2018

Ainda sem um planejamento pronto para a temporada 2018, o CSP começa a trilhar os planos pelo menos sobre o nome de um treinador. E, de acordo com presidente, Josivaldo Alves, a intenção do clube é manter a filosofia de formação de jogadores e também de técnicos. Por causa disso, o dirigente admitiu que o nome que lhe interessa para o novo ano é o de Léo Oliveira, que foi auxiliar técnico do próprio Josivaldo na edição do Campeonato Paraibano deste ano. Anteriormente, o Alviceleste foi responsável por projetar nomes como os de Ramiro Souza, Gerson Júnior e Tazinho.

Neste ano, pelo Campeonato Paraibano, Josivaldo Alves chegou a contratar Tazinho. Mas uma proposta do Sousa acabou tirando o treinador da cidade de João Pessoa nas vésperas do início da competição. Depois disso, o CSP sofreu com situação semelhante ao também repatriar Gerson Júnior e ver o comandante fechar com o Auto Esporte.

Sem mais nomes na bagagem, coube ao próprio Josivaldo Alves a missão de comandar o Tigre no Campeonato Paraibano. Contudo, no decorrer da competição, Léo Oliveira foi contratado para uma experiência como auxiliar técnico. E parece ter agradado o presidente.

- Léo Oliveira trabalhou como meu auxiliar e foi muito bem. Desde já, ele desponta como o meu nome preferido para dirigir o CSP em 2018. Mas, antes de tudo, eu tenho que conversar com ele - explicou Josivaldo.

Fonte: GE