Paraibano de Futebol Feminino já tem 4 times confirmados e pode ganhar mais 4

Uma reunião na tarde dessa segunda-feira traçou os primeiros planos para a disputa da edição 2017 do Campeonato Paraibano de Futebol Feminino. A competição deve reunir oito equipes, quatro a mais que na temporada passada. Contudo, apenas quatro já estão garantidas: Auto Esporte, Botafogo-PB, Kashima e Serrano-PB. Outros quatro ainda estão resolvendo pendências para confirmar participação: Alvorada, Desportiva Guarabira, Femar e Internacional-PB. Inclusive, representantes desses quatro últimos participaram do encontro de ontem, na sede da Federação Paraibana de Futebol (FPF), além de Botafogo-PB e Kashima. Mesmo confirmados na competição, Auto e Serrano-PB não enviaram representantes à reunião.

De acordo com Antônio Carlos Baza, que é o diretor técnico da FPF, Auto, Belo, Kashima e Lobo da Serra já estão oficialmente confirmados no Paraibano junto à entidade. Quanto a Alvorada (de Mangabeira), Desportiva (de Guarabira), Femar (de João Pessoa) e Internacional (agora de Lucena), ainda há pendências. Os clubes vão ter um prazo de uma semana para regularizar as suas situações. Na próxima segunda-feira, uma nova reunião deve confirmar a quantidade de participantes.

Para esta edição do Paraibano Feminino, a novidade é que todos os jogos vão ser realizados em João Pessoa. Além disso, ficou pré-acordado um formato que reuniria as oito equipes numa primeira fase na qual todos se enfrentariam entre si somente com jogos de ida. Após essas sete rodadas, os quatro melhores se classificariam para a fase semifinal e, posteriormente, aconteceria a final (essas duas fases seriam disputadas em jogo único).

Todavia, um impasse tomou conta da reunião no momento em que foi discutido o critério de desempate nas fases semifinal e final. Representando o Botafogo-PB, Gleide Costa, que reveza cargos de treinadora e diretora da equipe feminina do clube, sugeriu que as equipes de melhor campanha jogassem pelo empate nessas fases de mata-mata. No entanto, os cinco outros dirigentes presentes preferiram que a decisão fosse para as penalidades máximas.
A votação terminou com a botafoguense como voto vencido, fato que deixou Gleide descontente. Levando-a, inclusive, a pedir uma revisão da decisão. Contudo, por ora, o formato segue dessa maneira.

Com o formato pré-definido, uma nova reunião, marcada para as 15h da próxima segunda-feira, dia 2 de outubro, deve oficializar os termos e a quantidade de clubes participantes. Mas, apesar das possíveis nove datas reservadas para a competição (incluindo primeira fase, semifinal e final), ainda não foi definido o dia do início do estadual.

GE