Líder do Grupo A9, Galo cumpre tabela diante do Vitória da Conquista e joga para manter a invencibilidade.

É com muita tranquilidade que o Treze vai entrar em campo na noite deste domingo para o fechamento da fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série D. No Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande, o Galo recebe o Vitória da Conquista, às 18h. O time paraibano lidera o Grupo A9 e não corre mais riscos de ser ultrapassado. Porém, com o apoio do seu torcedor, os trezeanos vão em busca de manter a invencibilidade na competição nacional.

Melhor do que a encomenda. Nos cinco jogos em que disputou nesta temporada, o Treze venceu três e empatou em duas oportunidades. O bom momento também se dá pelo fato do técnico Flávio Araújo ter encontrado um equilíbrio no elenco. Afinal, foram 13 gols marcados e apenas 3 sofridos nesse período.

E titular na maior parte da campanha trezeana até aqui, o atacante Max Samurai afirmou que o bom momento é reflexo da união do time na busca pelo acesso.

- A questão dentro de campo é a união do grupo. Todos estão no mesmo foco e objetivo, que é o acesso. Ficamos muito felizes com a classificação como primeiro lugar antecipada. Muito trabalho. Muita perseverança - afirmou o atacante galista.

A situação do Grupo A9 é a seguinte: o Treze lidera com 11 pontos, seguido por Itabaiana e Vitória da Conquista, ambos com 7 pontos, mas os sergipanos possuem um saldo melhor. O lanterna é o Santa Rita-Al, que possui apenas 3 pontos. Ou seja, a briga da rodada é pela segunda colocação da chave.

Dentro de campo, o técnico Flávio Araújo deve escalar os jogadores que estão em melhores condições. Sem nenhum risco de eliminação, a tendência é que os mais desgastados fiquem de fora. Quem é certo que não vai para o campo é o meia Marcelinho Paraíba. O capitão do Galo segue afastado do grupo, pois vive um imbróglio na justiça devido a falta do pagamento de pensão. Com isso, o time deve ser parecido com o que goleou Santa Rita-AL no último domingo. O Galo não tem desfalques.

A arbitragem vai estar por conta de Antônio Marcio Teixeira da Silva, com Luiz Antônio Barbosa e Augusto Magno Ramos. O trio pertence ao quadro da CBF pelo estado de Minas Gerais.

GE