quarta-feira, 6 de julho de 2022

Treze é punido por conta de dívidas trabalhistas e não poderá registrar novos jogadores até janeiro de 2023

O Treze está mais uma vez impossibilitado de inscrever novos jogadores em competições profissionais de futebol. O fato se dá pelo não cumprimento de acordos trabalhistas com atletas que passaram pelo Estádio Presidente Vargas nos últimos anos. A punição acontece após a Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF informar que os acordos realizados entre o clube o atleta Júlio Pacato, que defendeu o Galo na temporada 2019, não foram cumpridos. Com isso, o clube está proibido de registrar atletas profissionais no Boletim Informativo Diário (BID) pelo prazo de seis meses.

Segundo o documento divulgado pela CNRD, dois acordos foram firmados entre o Treze e Júlio Pacato após o encerramento do vínculo do jogador com o clube, sendo o último firmado entre os dias 14 de maio e 25 de junho de 2021, ainda na gestão do ex-presidente Walter Cavalcanti Júnior. O acordo para o pagamento dos direitos ao atleta foi o seguinte: quatro parcelas de R$ 4 mil e uma parcela de R$ 2.646,42, com as partes acordando que, em caso de inadimplência superior a cinco dias do prazo de vencimento, seria aplicada ao clube a sanção de proibição de registro de novos atletas pelo período de seis meses.

Os pagamentos, no entanto, não foram cumpridos no prazo determinado e foi dado ao Treze a oportunidade de provar o cumprimento do acordo, o que não foi realizado, mesmo com os prazos sendo dilatados. Após uma série de solicitações sem retorno do Galo, a Câmara decidiu por aplicar a sanção que lhe compete e proibir o clube de inscrever jogadores por 180 dias a serem contados a partir da última segunda-feira, 4 de julho de 2022.

O que diz o clube?
o ge Paraíba conversou com o diretor jurídico do Treze, o advogado Alberto Catão, que deu detalhes sobre os procedimentos a serem adotados a partir de agora pelo Galo da Borborema. Segundo o magistrado, a atual diretoria trezeana já monitorava a situação, mas, por se tratar de uma questão anterior à chegada do novo grupo, não houve tempo hábil para a resolução deste caso em específico dado o grande número de processos que o clube acumula, muitos desses que tiveram de ser encontrados através de busca ativa.

— Estávamos cientes desse processo do Júlio Pacato, mas acabamos por não ter tempo de resolvê-lo ante os mais de 200 processos que tivemos que garimpar em cada um dos tribunais através de busca ativa. A situação em questão não se trata de uma questão processual, mas de um acordo feito na CRND. É um débito de pouco mais de R$ 14 mil, onde houve dois acordos não cumpridos antes do início da atual gestão do clube, mas que estamos tentando resolver administrativamente junto à CBF. Essa punição, de fato, existe, mas, a partir do momento em que houver um acordo entre as partes, a decisão é revogada e poderemos voltar a inscrever atletas — afirmou.

Agora cientes da situação, o Treze, segundo Catão, já traçou uma rota em busca de resolver o caso e voltar a registrar atletas profissionais. O primeiro passo, de acordo com o advogado, é buscar contato com os representantes do atleta, apresentar a situação financeira do clube e, com isso, iniciar as tratativas em torno da quitação da dívida.

— Primeiro precisamos falar com o advogado do atleta, informar a real situação do clube e, com isso, fazermos um novo acordo com o jogador. Resolvendo essa situação com a parte, vamos à CRND para buscar a queda dessa sanção. Já iniciamos os contatos e, tenho certeza que muito em breve essa questão será resolvida — finalizou.
Leia Mais ››

terça-feira, 5 de julho de 2022

Confira chances matemáticas de Botafogo e Campinense na Série C

Restando apenas seis rodadas para o encerramento da primeira fase da Série C do Campeonato Brasileiro de 2022, o Botafogo-PB tem 87,9% de chances de avançar para a segunda fase da Terceirona. Por outro lado, segundo os dados do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Campinense tem 57,8% de risco de queda para a Série D.

Na quarta colocação com 21 pontos, o Botafogo-PB está a cinco pontos do líder Mirassol. Há uma semana, a CBF acatou recomendação do Ministério Público e adiou o confronto entre ambas as equipes, que inicialmente estava marcada para o último domingo, e foi adiada para o dia 3 de agosto. Ainda que os outros 18 times estejam com um jogo a mais, o Belo se manteve entre os quatro primeiros da tabela.

Veja também Paraibano Sub-20: Botafogo-PB, Treze, Confiança-PB e CSP avançam para as semifinais
Em situação diferente na tabela, o Campinense já fez 13 jogos, mas conquistou apenas 12 pontos e está na 18ª colocação. Com isso, a Raposa tem 57,8% de chances de cair para a quarta divisão do Campeonato Brasileiro. Apenas Atlético-CE, Brasil de Pelotas e Ferroviário acumulam porcentagem maior. Para não cair para a Série D, o time de Campina Grande precisa alcançar pelo menos 25 pontos para se manter na Série C em 2023.

No próximo sábado, o Botafogo-PB recebe o Floresta, no Almeidão, às 17h, pela 14ª rodada. Já o Campinense visita o Figueirense, no Orlando Scarpelli, também no sábado, mas às 18h.
Leia Mais ››

CBF reúne clubes e define novo valor de cota para Série D; Sousa já garantiu R$ 150 mil e o SP Crystal R$ 120 mil

A Casa do Futebol Brasileiro viveu mais um dia de transformações. Nesta terça-feira (5), a CBF recebeu representantes dos clubes que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro, em um encontro inédito e importante para o desenvolvimento da competição.

Essa é a primeira vez que todos os clubes e federações são convidados para um mesmo encontro com o Presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues. Idealizador do encontro, o dirigente conduziu a cerimônia no auditório da sede da entidade. Além dele, também representaram a entidade os vice-presidentes Antônio Aquino, Fernando Sarney, Hélio Cury e Reinaldo Carneiro Bastos.

"Esse é um momento muito importante para o futebol brasileiro. Recebemos 64 clubes para dialogar e promover uma construção coletiva para a sequência da Série D. Buscamos um futebol mais participativo, de críticas construtivas, de soluções para o crescimento. A Série D é uma competição muito democrática e entendo muito bem as dificuldades enfrentadas pelos clubes. Por isso nos reunimos para se antecipar a essas questões e buscar melhorias", pontuou Ednaldo Rodrigues em seu discurso na abertura do encontro. 

Na pauta da reunião, estiveram debates sobre o atual andamento da Série D do Campeonato Brasileiro, a infraestrutura de seus estádios e outros detalhes operacionais sobre a realização da competição. O Presidente Ednaldo Rodrigues anunciou, durante o encontro, um aporte financeiro de R$ 9,4 milhões ao todo, a ser distribuído entre os clubes.

A divisão deste novo aporte financeiro se dará assim: os times eliminados na primeira fase ficam com R$ 120 mil. Quem se classificar para o mata-mata garante R$ 150 mil. Além desses valores, o campeão e o vice-campeão da Série D ainda ganham R$ 500 mil e R$ 300 mil, respectivamente.

A reunião contou com a participação dos clubes e federações envolvidas na Série D, que se aproxima das rodadas finais de sua primeira fase. A partir da definição dos classificados, o torneio entra em sua etapa eliminatória, com os primeiros duelos de mata-mata, quando entrará em cena uma das novidades anunciadas na reunião. Das quartas de final em diante, a Série D contará com a ferramenta do árbitro assistente de vídeo (VAR).

O Presidente da CBF recebeu uma placa de homenagem dos clubes da Série D. A placa foi entregue das mãos de Antônio Luiz Neto, Presidente do Santa Cruz e representante dos clubes da Série D na Comissão Nacional de Clubes.

Michelle Ramalho, Presidente da Federação Paraibana

O Presidente Ednaldo Rodrigues está de parabéns pela sensibilidade e por esse momento histórico de estar recebendo os 64 clubes da Série D e suas federações. É de suma importância, não apenas pelo lado financeiro, mas porque deu dignidade aos clubes da Série D. A CBF vive hoje um momento de glória e temos que agradecer a ele pelo excelente serviço que está prestando ao nosso futebol.

CBF
Leia Mais ››

segunda-feira, 4 de julho de 2022

Coordenação da Copa Cariri de Futsal divulga confrontos das quartas de final*

A Coordenação da 14ª Copa Cariri de Futsal divulgou as oito equipes classificadas para a segunda fase que farão os quatro confrontos das quartas de final do certame.

Serão oito equipes disputando vaga nas semifinais com jogos de ida e volta. Os jogos de ida acontecerão nas cidades de Cordeiros, Boa Vista, Aroeiras e Boqueirão. Na quinta-feira (07/07), a Seleção Cordeirense enfrentará o Internacional da cidade de Cabaceiras, o jogo está programado para as 20h45mim. No sábado (09/07), na cidade de Umbuzeiro a equipe do Atlético receberá o São Bento da Cidade de Boa Vista, com início previsto para às 19:00 horas. Ainda no sábado às 20:00 horas na cidade de Aroeiras a equipe do Mekinha enfrentará a Ponte Preta da Cidade de Sumé. No domingo (10/07), na cidade de Boqueirão a AAB jogará contra a equipe Ouro Velho FC, a partir das 11:00 horas da manhã.

Confira:
07/07 – Cordeiros – Sel. Cordeirense x Internacional
09/07 – Umbuzeiro - Atlético x São Bento
09/07 – Aroeiras – Mekinha x Ponte Preta
10/07- Boqueirão – AAB x Ouro Velho FC
Leia Mais ››

Aldeone reclama de assédio a jogadores do Sousa e revela que atacante titular "desapareceu"

Até aqui, foram 12 jogos na Série D do Campeonato Brasileiro, sendo sete vitórias, dois empates e três derrotas. O Sousa tem 63,9% de aproveitamento e, com duas rodadas de antecedência, já está matematicamente garantido no mata-mata da competição nacional. Mas nem tudo são flores no Dinossauro. O torcedor deve ter percebido que o atacante Otacílio Marcos não foi a campo contra o São Paulo Crystal e sequer ficou no banco. O que será que aconteceu com o centroavante titular do time? Isso nem o presidente Aldeone Abrantes sabe dizer.

O dirigente disse que, no sábado, o atleta fez o último treino pela manhã, antes do confronto com o São Paulo Crystal, e voltou para o quarto onde estava hospedado. Os jogadores relacionados para a partida iam fazer a concetração em um hotel da cidade, mas Otacílio não apareceu.

— Mandamos o pessoal ir em busca do jogador e, ao chegar no quarto, o jogador tinha desaparecido com todos os seus pertences — acrescentou o presidente do Sousa.

Aldeone disse que até agora não conseguiu fazer contato com o jogador, mas teve informações que ele está na sua cidade natal, Mossoró, no Rio Grande do Norte.

— O jogador tem contrato até setembro e precisa aparecer para dizer o que está acontecendo, se recebeu alguma proposta de outro clube ou coisa parecida.
O presidente do Sousa disse que, após a classificação antecipada, os jogadores do Sousa estão recebendo assédio de outras equipes. Depois da vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo Crystal, o zagueiro Weder disse que recebeu uma proposta para ir jogar no futebol de Malta, no sul da Europa. Aldeone Abrantes também confirmou que um empresário entrou em contato querendo levar o também zagueiro Marcelo Duarte para um time da 2ª divisão da Arábia Saudita.

GE
Leia Mais ››

Flávio Araújo assume comando técnico do Campinense na sequência da Série C

Esta é a rotina dos técnicos nos clubes de futebol. Algumas horas depois de anunciar a saída de Ranielle Ribeiro, a direção do Campinense anunciou o acerto com um velho conhecido: Flávio Araújo. O cearense de 59 anos chega para comandar a Raposa na sequência do Brasileiro da Série C.

O treinador tem em sua carreira inúmeros títulos e acessos e é conhecido no futebol brasileiro como Rei do Acesso. Junto com Flávio Araújo também chegam ao Campinense o auxiliar Hélio Pinheiro, o preparador físico, Pedro Henrique e o preparador de goleiros Wellington Teles.

O técnico desembarca em Campina Grande na manhã da próxima terça-feira e iniciará os trabalhos com os atletas já visando o próximo compromisso pela Série C.

O Campinense aparece na 18.ª colocação com apenas doze pontos ganhos. Nos últimos seis jogos disputados, a equipe foi derrotada em cinco e venceu apenas uma. O Confiança, primeiro time fora da zona, tem 14 pontos, ou seja dois a mais.

FI
Leia Mais ››

Ranielle Ribeiro não resiste a mais uma derrota e é demitido do Campinense

O Campinense divulgou poucos minutos após perder mais um jogo pela Série C do Campeonato Brasileiro, diante do Botafogo-SP, dentro do Estádio Amigão, que Ranielle Ribeiro não é mais treinador da Raposa. A informação foi confirmada pelo diretor de futebol, Rômulo Farias.

— Tivemos uma conversa após o jogo, e chegamos a um comum acordo com o Ranielle de que não dava para continuar. Chegou a um limite — disse o dirigente.

Ranielle sai com um aproveitamento bem ruim dentro da Série C, onde o Campinense está em 18º lugar e dentro da zona de rebaixamento. O aproveitamento na Terceirona é de 30,8% dos pontos em disputa. A Raposa tem seis partidas para tentar escapar da queda.

Ranielle chegou ao clube na segunda rodada do Campeonato Paraibano do ano passado. Ele sai com um aproveitamento de 53,4%, com 68 jogos disputados pela Raposa, 28 vitórias, 25 empates e 15 derrotas. O técnico potiguar ainda venceu o estadual do ano passado e ainda levou ao vice-campeonato da Série D, conquistando o acesso para a Série C deste ano. Na atual temporada, venceu novamente o Paraibano, mas não conseguiu ir bem na Terceirona.

GE
Leia Mais ››