terça-feira, 9 de junho de 2020

Éder Paulista projeta ano vitorioso no Atlético de Cajazeiras


Artilheiro do Atlético de Cajazeiras no Campeonato Paraibano e segundo maior goleador do estadual com quatro gols, três a menos que Rafael Ibiapino, Éder Paulista chegou ao alto sertão com nome pouco badalado e em sua primeira experiência no futebol nordestino. 

No entanto, gols importantes e boas atuações acabaram por fazer ele cair rapidamente nas graças do torcedor atleticano. A rápida identificação surpreende até o próprio atacante, que se sente feliz por ajudar sua equipe.

– Não esperava que tudo fosse acontecer tão rápido. Mas desde que eu cheguei ao Atlético, tinha uma expectativa muito grande de que a gente conseguisse alcançar grandes objetivos. Entramos forte na competição e só tenho que agradecer aos meus companheiros por todo empenho e dedicação. Tive a felicidade de marcar alguns gols importantes e ajudar ainda mais o time a conquistar os bons resultados – afirmou.

Para o atacante paulista de 29 anos, que jogou por vários clubes do sul do país, o clima semi-árido cajazeirense foi um empecilho para a adaptação. Porém, rapidamente foi superado. Outro ponto destacado pelo atacante em sua passagem pelo sertão é a torcida do Trovão Azul, que sempre proporciona bons públicos nas partidas no estádio Perpetão.

– O calor foi um obstáculo no início. É muito quente, ainda mais quando tem jogo domingo no horário da tarde. Mas estou muito feliz e aos poucos a gente vai se acostumando com o clima. Jogar no Nordeste é diferente. A torcida é calorosa e nos incentiva o tempo todo. Estou gostando muito dessa nova experiência em minha carreira – disse.

Depois de mais de dez anos, o Atlético de Cajazeiras vai disputar novamente um campeonato nacional, e a Série D de 2020, caso o futebol retorne, já está na cabeça do goleador do time no ano. Com contrato até dezembro, Éder Paulista sonha em voos altos com a camisa alvi-azulina.

– A expectativa é encerrar o Campeonato Paraibano com o título. E na sequência vamos ter a Série D do Campeonato Brasileiro. Tenho contrato com o clube e acho que podemos conversar para que a gente possa dar continuidade ao trabalho no Atlético. Espero que essa pandemia passe logo e a gente possa retomar a temporada da melhor forma – concluiu.

Voz da Torcida