Zezinho Botafogo admite que vai em busca da sua reeleição no Belo em outubro

O presidente do Belo, Zezinho Botafogo, admitiu que pode ser candidato à reeleição nas próximas eleições do clube, marcadas para outubro deste ano. Segundo o dirigente, esse é o desejo do seu grupo político e, por conta desses pedidos, o mandatário revelou que pode seguir à frente do clube para o próximo biênio.

- Inicialmente eu não queria me candidatar, porque é muito difícil e cansativo ser presidente de um clube como o Botafogo-PB. Mas a diretoria conversou muito comigo, muita gente pediu para que eu continuasse por mais um mandato para juntos conseguirmos levar o clube à Série B - comentou.

O mandatário botafoguense não revelou quem deve compor a chapa para a reeleição. Nos bastidores do clube, os nomes de Sérgio Meira, vice-presidente Financeiro, e de Alexandre Cavalcante, atual vice-presidente Jurídico do Belo, ganham força. Os dois, aliás, estavam sendo especulados para substituir Zezinho na cabeça de chapa.

O dirigente viveu um ano interessante dentro das quatro linhas com o clube, já que o Belo conseguiu levar o título estadual e passar de fase na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste, além de ter chegado ao mata-mata do acesso na Série C, onde acabou sendo eliminado.

As eleições do Botafogo-PB acontecem em outubro. No segundo domingo do mês, a Assembleia Geral se reúne para eleger o Conselho Deliberativo. Esse conselho vai se reunir no quarto domingo de outubro para eleger, dentre as chapas inscritas, o presidente, o vice e o Conselho Fiscal do clube.

Zezinho Botafogo vai em busca do segundo mandato seguido dentro do Botafogo-PB. O dirigente tem 55 anos, é natural de Taperoá, na Borborema da Paraíba, e é funcionário público. Ele já foi vereador de João Pessoa e já assumiu outros cargos no Belo, além de ser conselheiro nato do clube.

GE