Em jogo equilibrado, com chuva de gols, Esporte de Patos e SP Crystal empatam no JC

Foto: Jorge Vieira
Quem foi até o Estádio José Cavalcanti na tarde deste sábado viu um jogo bem movimentado e pagou ingresso para acompanhar várias bolas nas redes. Foram 6 gols no duelo. Esporte de Patos e São Paulo Crystal empataram por 3 a 3 na partida de ida do mata-mata do acesso para a elite do futebol paraibano em um duelo cheio de chances criadas. Enercino (duas vezes) e Ruan marcaram para o Terror do Sertão, enquanto que Ebinho (duas vezes) e Maceió balançaram as redes para o Tricolor.

O Esporte de Patos começou melhor a partida. Enercino logo deu o cartão de visitas no primeiro minuto, assustanto o goleiro Wallace. E não demorou para o time da casa abrir o placar. Ruan cruzou para a área, o goleiro do São Paulo Crystal tentou afastar, mas Enercino aproveitou a abriu o placar aos 7 minutos. Após o primeiro gol, o Tricolor passou a se impor e criar chances. Mas não foi competente e teve que ver o Patinho aumentar o placar. Aos 28, Enercino recebe boa bola e bate forte, aumentando a margem. O São Paulo Crystal sentiu o gol, passou a ser dominado de novo, mas acabou dminuindo aos 38 com Maceió, que chutou de fora da área e marcou.

No segundo tempo, o São Paulo Crystal buscou logo de cara o empate. Criou algumas chances, mas novamente não foi eficiente. Enquanto isso, o Esporte de Patos era letal. Aos 14 minutos, Ruan recebe, avança pela área, dribla Wallace e faz 3 a 1 na partida. Parecia que ia encaminhar a vitória. Mas só parecia. O São Paulo Crystal, enfim, se tocou do perigo do resultado e passou a ser eficiente lá na frente. O artilheiro da equipe, Ebinho, resolveu aparecer e diminuiu aos 36 minutos da segunda etapa. Aos 43, aproveitou bom passe de Emerson Catarina e empatou a partida, reabrindo o confronto para o jogo de volta.

Com o empate, as duas equipes seguem invictas na competição. O São Paulo Crystal, no entanto, perde os 100% de aproveitamento no torneio. Jogo de volta acontece no Estádio Carneirão no dia 31 de outubro e decide quem sobre para a elite do futebol paraibano em 2019.

Resumão GE