Belo empata com a Juazeirense no Almeidão e joga contra o Bota-SP no mata-mata da Série C


Em noite de Almeidão embalado pela força da torcida alvinegra, o Belo conseguiu cumprir bem o seu papel e garantiu a vaga no mata-mata do acesso, repetindo o feito de 2016. Mas quem esperava um jogo tranquilo, viu um Botafogo-PB controlando as principais tratativas, mas pecando em lances cruciais, o que resultou num empate por 2 a 2 na capital paraibana. O placar garantiu o Alvinegro na quarta colocação do Grupo A, enquanto o Cancão está matematicamente rebaixado para a Série D de 2019.

Na primeira etapa, foi a Juazeirense quem tentou tomar rapidamente as providências. Mas, sem sucesso, o time baiano viu o Botafogo-PB entrar no jogo e controlar boa parte das possibilidades de gol. A melhor chance, inclusive, veio dos pés de Nando... Quer dizer, o camisa 9 teria uma boa oportunidade para abrir o placar, mas acabou furando e Gladstone foi quem chutou para fora. O Belo pecava justamente nos últimos toques na bola, enquanto o Cancão, acuado, esperava.

No segundo tempo, o gol teria que sair. Afinal, o Belo adotou uma postura bem mais agressiva e a recompensa veio aos 5 minutos. Passe de Marcos Aurélio para Nando, que em jogada de ponta-direita, tocou para dentro da área, mas viu Júnior Gaúcho tocar contra o próprio patrimônio. O gol deixou os botafoguenses tão sossegados ao ponto de esperar pelos baianos no campo de defesa. Diante disso, a Juazeirense chegou ao empate, com um chute de fora da área de Juninho Tardeli. Na sequência, o Alvinegro retomou o ímpeto e se lançou o ataque na busca pelo tento da vitória. Este que até veio em cobrança de escanteio de Marcos Aurélio para a cabeçada de Nando. No entanto, de novo o Belo chamou o Cancão para o seu campo e viu, na reta final, Tardeli anotar mais um e dar números finais ao confronto.

GE