Tudo o que você precisa saber sobre o Belo, que recebe o o seu xará paulista pelo mata-mata do acesso

Chegou o momento, o mata-mata do Campeonato Brasileiro da Série C começa neste domingo para o Botafogo-PB. E direto do Estádio Almeidão, o Belo recebe o xará de Ribeirão Preto num confronto de ideias dos seus jovens treinadores, que buscam um inédito acesso à segunda divisão nacional. A partida de ida das quartas de final está marcada para as 19h na capital paraibana.

Pela segunda vez nos cinco anos em que voltou a disputar a Série C de forma regular, o Botafogo-PB vai disputar o mata-mata do acesso. Em 2016, o time ficou muito próximo da vaga, mas o gol do Boa Esporte no último minuto da partida de volta criou uma ferida que demorou certo tempo para cicatrizar. Agora mais experiente, o Belo quer espantar os fantasmas do passado e confirmar que o projeto atual realmente quer colocar o clube entre os 40 mais fortes do país.

E com uma equipe repleta de jogadores experientes, o Botafogo-PB apostou num nome jovem para o comando técnico. Com apenas 46 anos, Evaristo Piza é responsável por recuperar o moral do elenco, está a sete jogos sem ser derrotado e vai ter a chance de conquistar o primeiro acesso de Campeonato Brasileiro da carreira.

Na primeira fase, o Belo terminou com a quarta melhor campanha do Grupo A, com 26 pontos, sendo seis vitórias, oito empates e quatro derrotas.

Para confrontar o Botafogo-SP, o elenco alvinegro prega respeito, mas quer a vitória na ida para largar na frente e chegar em Ribeirão Preto com a vantagem. O técnico Evaristo Piza falou durante a semana em um Belo agressivo durante os primeiros 90 minutos de embate.

- Eu quero que minha equipe seja agressiva, mas equilibrada. Eu acredito que o Botafogo-SP vem aqui pensando em fazer uma partida segura e com cautela. Léo Condé é um treinador inteligente, deve ter mapeado toda a nossa equipe e deve vir precavido. Então a gente tem que ter inteligência para saber quebrar isso e se impor ao lado dos nosso torcedores - analisou.

Todavia, do outro lado, o Botafogo de Ribeirão Preto é o time a ser batido nesta edição da Série C. O clube paulista tem a melhor campanha da competição, com 35 pontos, acumulando 10 vitórias, cinco empates e três reveses. E assim como o Belo de João Pessoa, a Pantera tem no banco de reservas um jovem treinador. Léo Condé tem no currículo outros bons trabalhos, mas quer coroar um 2018 especial com a vaga na Série B.

Retornos:
Dentro de campo, o Botafogo-PB vai ganhar o retorno de cinco titulares que cumpriram suspensão na rodada passada. O goleiro Saulo, o zagueiro Júnior Lopes, o lateral-direito Gedeilson e os volantes Rafael Jataí e Rogério. Contudo, um jogador que grande fase não vai poder entrar em campo. Nando, o vice-artilheiro botafoguense na Série C, está fora pelo terceiro cartão amarelo.

Além do camisa 9, o Belo não conta com outros dois atletas, porém, a dupla Dico e Netinho já estava lesionada e só retorna na próxima temporada. Para o lugar de Nando, o experiente Leandro Kivel é quem deve jogar.

O Botafogo-PB deve ir à campo com: Saulo, Gedeilson, Gladstone, Júnior Lopes e Fábio Alves; Rafael Jataí, Rogério, Juninho e Marcos Aurélio; Clayton e Leandro Kivel.

Quem está fora: Nando (suspenso), Dico e Netinho (machucados).

A arbitragem vai estar por conta de Wilton Pereira Sampaio, com Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires. O trio pertence ao quadro da Fifa pelo estado de Goiás.

GE