Comissão Eleitoral defere registros de chapas e eleição da FPF terá duelo entre Michelle e Eduardo

Vai ter mesmo a chamada batida de chapa nas eleições da Federação Paraibana de Futebol (FPF), marcadas para este sábado. A Comissão Eleitoral do pleito, presidida pelo advogado Bichara Abidião Neto, membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Rio de Janeiro, confirmou na noite desta quinta-feira a validade dos registros das chapas “Por um futebol ético e eficiente”, encabeçada pelo advogado Eduardo Araújo, e “Unidos somos fortes”, encabeçada pela auditora do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) Michelle Ramalho.

Dentro do prazo determinado pela Comissão Eleitoral no regulamento das eleições, tanto a chapa de Michelle quanto a chapa de Eduardo tentaram indeferir o registro de candidatura do adversário. A comissão, no entanto, recebeu as justificativas de cada lado e deu um parecer contrário aos questionamentos e favorável aos dois registros.

Para Michelle Ramalho, a decisão foi sensata porque agora deixa na mão dos clubes e das ligas com direito a participar do processo eleitoral a escolha do melhor nome para comandar a FPF e normalizar as atividades da Federação. Apesar de ter pedido a impugnação da chapa concorrente, ela nega que pense em judicializar o pleito.

- As duas chapas permanecem. Não pretendo judicializar. O futebol paraibano não merece. Quero democracia! Que ganhe quem tiver mais votos - comentou.

Apesar de discordar do deferimento do registro da chapa adversária, Eduardo Araújo também deu sinais de que não pretende, pelo menos antes do pleito, entrar na Justiça para tirar Michelle Ramalho do páreo. O advogado acredita na vitória e espera que tudo se resolva no sábado.

- Acataremos a decisão da Comissão Eleitoral, apesar de discordar do deferimento da chapa “Unidos somos fortes” pela ausência de requisitos formais. A judicialização deve ser evitada e a eleição em duas chapas legitima o vencedor a trazer de volta a estabilidade que a FPF precisa. A contagem de subscrições e os apoios dos nossos queridos filiados nos últimos dias criam uma margem grande para nossa vitória que será confirmada no sábado - comentou.

As eleições estão marcadas para este sábado, com a primeira chamada definida para as 10h, na sede da entidade, no bairro de Tambiá, em João Pessoa. Após realizado o pleito, acontece uma nova Assembleia Geral, marcada para as 14h, para discutir se a posse do presidente ou da presidenta eleita será imediata ou apenas em 2019, como versa o estatuto da FPF.

Quem apoia quem?

MICHELLE RAMALHO

Clubes profissionais (9): CSP, Desportiva Guarabira*, Femar, Serrano-PB, Internacional-PB, Miramar de Cabedelo, Nacional de Patos, Santos de Tereré e Treze.

Clubes amadores (8): Boa Vista, Marretinha, Kashima, Diamante, Fluminense, Íbis, Ponte Preta e Treze de Maio.

Ligas (5): Bayeux, Cajazeiras, Santa Rita, Poço de José de Moura e Cabedelo.

*ainda não está no Colégio Eleitoral

EDUARDO ARAÚJO

Clubes profissionais (13): Auto Esporte*, Atlético de Cajazeiras, Botafogo-PB, Campinense, Femar, Nacional de Patos, Nacional de Pombal, Paraíba de Cajazeiras, Queimadense, São Paulo Crystal, Sousa, Spartax e Sport-PB.

Clubes amadores (9): Boa Vista, Portuguesa, Avaí, Atlético Pessoense, Flamengo-PB, Scorpios, Força Comunitária, Padre Zé e União.

Ligas (3): Cajazeiras, Guarabira e Sousa.

*ainda não estão no Colégio Eleitoral

GE