Michelle Ramalho registra candidatura para disputar presidência da FPF

A advogada Michelle Ramalho oficializou no fim da tarde desta quarta-feira (19) sua candidatura para a disputa da presidência da Federação Paraibana de Futebol (FPF). A curiosidade ficou por conta da presença do filho do ex-vice presidente da FPF e que chegou a dirigir o órgão até ser afastado pelo STJD, Nosman Barreiro. Ele será o candidato a primeiro vice. A chapa, denominada “Unidos Somos Fortes”, ainda conta com Marcílio Braz e Thalita Gomes  como 2º e 3º vice-presidentes, respectivamente. O pleito está marcado para acontecer no dia 29 deste mês.

A candidata contou com o apoio de nove clubes profissionais. São eles: Santos, Treze, Miramar, CSP, Internacional, Nacional de Patos, Serrano, Femar e Deportiva Guarabira. Também assinaram o apoio oito clubes amadores. São eles Marretinha, Diamante, Caxima, Ponte Preta, 13 de Maio, Íbis, Boa Vista, Fluminense. Por fim, Michele ainda contou com o apoio de cinco ligas: Bayeux, Cajazeiras, Santa Rita, Poço de José de Moura e Cabedelo.

O prazo final para registro de candidatura se encerrava às 18h desta quarta-feira (19).

Eduardo Araújo é o outro candidato

O pleito deste ano contará ainda com a candidatura do também advogado Eduardo Araújo, que registrou sua postulação à presidência na FPF na última quarta-feira (12).

Dos clubes profissionais, Eduardo teve o apoio de Auto Esporte, São Paulo Crystal, Spartax, Femar, Botafogo-PB, Sport Campina, Queimadense, Campinense, Atlético de Cajazeiras, Paraíba, Nacional de Pombal, Nacional de Patos e Sousa.

Já dos clubes amadores, ele confirmou o apoio de Avaí, Força, Portuguesa, Scorpions, Flamengo, Padre Zé, União, Boa Vista e Atlético Pessoense.

Próximos passos

Com o fim do processo de inscrição, o colégio eleitoral vai analisar cada chapa e deferir ou indeferir. Em caso de indeferimento, o candidato vai ter até o dia 25, quatro dias antes da assembleia eleitoral, para poder dar uma resposta sobre a decisão.

Portal Correio