Com 14 datas e 2 grupos, Campeonato Paraibano começa na segunda quinzena de janeiro

Foto: Raniery Soares / Jornal CORREIO
Sem muito problemas, a Federação Paraibana de Futebol (FPF) que tem como presidenta a advogada Michelle Ramalho apresentou aos clubes presentes na reunião e com ajuda do diretor de Competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Manoel Flores, conseguiu converse os clubes presente - o Sousa não mandou representante -, sobre a fórmula do Campeonato Paraibano 2019. O torneio vai ser parecido com o deste ano, com os dez clubes divididos em duas chaves de cinco equipes. A FPF também definiu que a competição, que deve ter 14 datas, deve começar no dia 12 de janeiro.

Após as discussões ficou definido que cada grupo terá cinco equipes, sendo que Botafogo-PB, Treze, Campinense e Sousa terão sorteios direcionados. Cada chave terá dois dessas equipes, não podendo um grupo ter mais de dois desses clubes. Campinense e Treze também obrigatoriamente estarão em grupos separados, para que haja na primeira fase o Clássico dos Maiorais, da mesma forma, Botafogo e Sousa ficaram em grupos oposto. O restante dos times participantes será sorteado sem qualquer exigência.

Os times de um grupo enfretam os do outro grupo em turno e returno, classificando os dois melhores para as semifinais. Os mata-mata acontece dentro dos próprios grupo (1A x 2A e 1B x 2B) Serão rebaixadas para a 2ª Divisão do Paraibano de 2020 o lanterna de cada grupo.

A preço de hoje, estão confirmados para disputar o Campeonato Paraibano de 2019 Botafogo, Campinense, Treze, Serrano, Nacional de Patos, Sousa, CSP, Atlético de Cajazeiras, Esporte de Patos e Perilima.

A Perilima corre o risco de perde a vaga para o Sport Lagoa Seca, já que o Carneiro entrou com a denúncia no TJDF-PB no dia 16 de outubro, antes do encerramento da primeira fase, alegando que a Perilima utilizou de forma irregular o jogador Brenno Yuri. Na ocasião, a Águia teria ferido o regulamento do estadual, relacionando um atleta que não possui vínculo profissional com o clube e que vai fazer 21 anos em 2018, o que é vedado, de fato, pelo documento da competição