Jogo do acesso, semifinal ou final: vejam as chances de um Clássico dos Maiorais ser realizado nesta Série D

Dezesseis times lutando por oito vagas na fase de quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. E dentre tantas camisas que ainda estão na briga para conquistar o acesso para a terceira divisão do ano que vem, dois rivais locais podem promover um clássico histórico no mata-mata. Campinense e Treze, conhecidos como os Maiorais de Campina Grande, seguem vivos na disputa e, caso se classifiquem para a próxima fase, começam a criar uma enorme expectativa nos torcedores para um possível encontro de uma das rivalidades mais acesas do futebol do interior do Brasil.

Antes de qualquer coisa, para se enfrentarem num possível clássico mais à frente, Raposa e Galo precisam eliminar Brasiliense e Iporá respectivamente nestas oitavas de final. E, a depender de uma combinação de resutlados, podem se encontrar já nas quartas de final, que valem o acesso para a Série C de 2019. Se não cruzarem o caminho um do outro aí, mas avançarem, poderão duelar das semifinais ou, até, numa eventual decisão de Série D.

No atual panorama, 16 clubes estão na disputa das oitavas de final. E se até aqui o chaveamento foi definido previamente, na próxima fase, o cenário muda de figura. De acordo com o regulamento, para os jogos das quartas de final, o critério técnico é que vai ser utilizado para a formação dos confrontos. E é justamente baseado nisso que a dupla da Rainha da Borborema pode se encontrar já nesta próxima fase, uma vez que o time de melhor campanha enfrenta o oitavo, o segundo encara o sétimo, e assim por diante.

Veja os confrontos das oitavas de final da Série D com a colocação geral de cada equipe:

Rio Branco-AC (10º) x Manaus (7º)
Ferroviário (14º) x Altos (11º)
Imperatriz (15º) x Moto Club (4º)
Brasiliense (8º) x Campinense (3º)
Treze (13º) x Iporá (6º)
Linense (16º) x Novorizontino (9º)
Uberlândia (12º) x Caxias (2º)
Tubarão (5º) x São José-RS (1º)

Por exemplo, o Campinense, que é o dono da terceira melhor campanha entre os sobreviventes até aqui, vai encarar o Brasiliense nas oitavas de final. Se a Raposa derrotar o Jacaré e contar com as eliminações de São José-RS e Caxias, que são os atuais primeiro e segundo colocados gerais, o time rubro-negro vai assumir a liderança geral entre os oito classificados para as quartas.

Enquanto isso, o Treze possui a 13ª campanha entre os 16 times das oitavas e, diante dessa suposição, poderia dar de cara com o Campinense já nas quartas de final se obtivesse a vaga com a pior campanha dentre os classificados. Apesar de estar no pelotão de baixo no quesito aproveitamento, o Galo está invicto na Série D.

Se enfrentar nas quartas de final da Série D é apenas uma das possibilidades que pode colocar frente a frente Campinense e Treze. Mas se não puder acontecer nesta fase, a dupla de Campina Grande vai ter uma nova possibilidade, caso avancem para as semifinais. Porém, sem a pressão da briga pelo acesso, considerando que, a partir daí, as equipes já vão estar garantidas na terceira divisão de 2019.

Aliás, na semifinal, o critério utilizado vai ser o mesmo das quartas de final, com a melhor campanha encarando a quarta e segundos e terceiros duelando por um lugar na finalíssima.

E se nem na penúltima fase o Clássico dos Maiorais acontecer, a possibilidade derradeira seria mesmo na grande decisão. Neste caso, Campina Grande sediaria dois confrontos apoteóticos entre Raposa e Galo no Estádio Amigão.

Até lá, no entanto, os técnicos Ruy Scarpino, do Campinense, e Flávio Araújo, do Treze, vão precisar levar as suas equipes para pelo menos as quartas de final. Vale ressaltar que a Raposa começa a decidir o seu destino neste sábado, quando visita o Brasiliense no Estádio Mané Garrincha. Enquanto isso, o Treze vai duelar com o Iporá, de Goiás. A partida de ida está marcada para segunda-feira, em Campina Grande.

GE