Flávio Araújo admite imaturidade do time para segurar a vitória no tempo normal

Foi com um toque de emoção que o Treze conquistou a classificação para as oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D. O Galo contou com uma tarde inspirada do goleiro Mauro Iguatu, que defendeu três pênaltis e ajudou o time a fazer 3 a 2 na série de cobranças. Contudo, antes das penalidades, o Alvinegro vencia por 1 a 0 até os 49 minutos do segundo tempo, quando sofreu o gol de empate que levou a decisão para os penais. E foi justamente a falta de maturidade que, segundo o técnico Flávio Araújo, foi determinante que os trezeanos não conseguissem matar o, confronto no tempo normal.

- Acredito que tenha faltado um pouco de maturidade ao grupo na reta final. Naquela situação, você, sendo jogador, precisa mirar a cabine de imprensa e mandar a bola para lá. Isso até a partida ser encerrada. Mas, por outro lado, a URT possui o mérito, já que se mantiveram em cima para empatar – disse Flávio Araújo.

Flávio Araújo ainda foi questionado sobre a opção de deixar Marcelinho Paraíba no banco e colocando Patrick para iniciar o jogo. De acordo com o treinador do Galo, tudo foi pensado para extrair o alto nível do experiente capitão do Treze.

- Marcelinho e Patrick possuem características diferentes. Patrick vinha fazendo uma boa partida, mas é inquestionável a qualidade de Marcelinho Paraíba, tanto na técnica quanto no seu poderio físico. Eu deixei ele no banco para que ele pudesse render 45 minutos de muito alto nível, que foi o que aconteceu no jogo – avaliou o técnico do Treze.

Vale ressaltar que Marcelinho Paraíba entrou na segunda etapa, quando o jogo estava bastante complicado. O Treze abriu o placar com gol de Ceará. Mas, no último minuto, os mineiros empataram com gol de Léo Fioravanti.

Com a classificação garantida, o Treze agora aguarda o vencedor de Iporá e Novo. As duas equipes empataram na partida de ida e vão duelar neste domingo para decidir quem vai desafiar os paraibanos nas oitavas de final.

A duas classificações do acesso para a Série C de 2019, Flávio Araújo mantém os pés no chão e só pensa nas próximas partidas, que devem acontecer nos dois próximos fins de semana.

- Eu costumo trabalhar etapa a etapa. Agora vamos pensar em Iporá e Novo. Vamos encarar um dos dois e precisamos ter personalidade. Somente esses dois próximos jogos me interessam, depois a gente pensa na sequência – completou.

O Treze se reapresenta nesta segunda-feira, quando vai dar sequência aos trabalhos visando a fase de oitavas de final da Série D.

GE