Jeferson falha, e campinense perde jogo de ida das oitavas da Série D

O jogo foi movimentado no Abadião, em Ceilândia. Não teve lá grande nível técnico. Até porque o estado do gramado do estádio não era dos melhores. Mas quem viu a partida, acompanhou lances claros de gol. O Campinense foi melhor na primeira etapa. Tentou impor seu jogo, acionando os flancos e jogando na rapidez de Danillo Bala e Alex Murici. O atacante, que voltou à equipe titular após ter estado fora de algumas partidas pelo clube, teve boas chances, mas finalizou sempre para fora. Na segunda etapa, o Brasiliense voltou com mais ímpeto. Sempre buscando alçar bolas na área. Errou muito. Viu a defesa raposeira afastar a maior parte das tentativas. Mas em uma delas, o goleiro Jeferson, uma das melhores peças do elenco rubro-negro na temporada, acabou falhando. O zagueiro Lúcio, ex-Seleção Brasileira, conseguiu raspar de cabeça, após um cruzamento, e o arqueiro da Raposa aceitou. Gol que definiu a vitória do Jacaré e uma vantagem que a equipe do Distrito Federal leva para a Paraíba. Os dois clubes se encontram novamente, pelo duelo de volta das oitavas da Série D, no dia 25 de junho, uma segunda-feira, no Estádio Amigão em Campina Grande.

 Na primeira etapa, o Campinense é quem foi mais perigoso e lúcido com a bola. O Rubro-Negro paraibano buscou colocar a bola no chão e conseguiu criar duas chances claras. Ambas com Danillo Bala, que voltou ao time titular, depois de lesão no ombro, nesta tarde. O jogador finalizou duas vezes para fora e levou perigo ao Jacaré no primeiro tempo. Já o Brasiliense se limitou a criar chances com bolas na área. No fim da partida, fez uma blitz na área raposeira e conseguiu quatro escanteios seguidos.

Goleiro é mesmo uma posição ingrata. O arqueiro do Campinense Jeferson é uma das principais unanimidades na torcida da Raposa. Vem fazendo uma grande temporada. Salvou a equipe no primeiro mata-mata da Série D. Mas hoje foi responsável direto pela derrota. O Basiliense veio melhor na segunda etapa, tentando pressionar o time de Campina Grande. Mas sempre nas bolas aéreas. Na maior parte das tentativas, a zaga rubro-negra afastou ou Jeferson interviu. Em uma delas, no entanto, Lúcio raspou fraquinho, mas o arqueiro do Campinense aceitou a bola e acabou tendo que buscar ela dentro das redes. Com o gol, o Jacaré leva uma vantagem interessante para o jogo de volta na Paraíba.

O duelo que vai decidir de uma vez quem vai para as quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro está marcado para o Estádio Amigão, em Campina Grande, na Paraíba. O duelo acontece no dia 25 de junho - uma segunda-feira - às 21h15.ómv