A pedido de Francisco Diá, Campinense vai trocar gramado do Estádio Renatão e utilizará a grama do Amigão

O técnico do Campinense, Francisco Diá, detalhou o que já está sendo executado sobre o planejamento da Raposa para a disputa da próxima temporada. E a primeira solicitação do treinador à diretoria rubro-negra não foi sobre a contratação de nenhum atleta, mas sim sobre a troca do gramado do centro de treinamentos da equipe, no Estádio Renatão. Segundo Diá, esse pedido já foi repassado ao presidente William Simões. E a necessidade é para evitar que novas lesões de atletas, coisa que é bem comum no Renatão, voltem a acontecer na próxima temporada.

- A gente fez esse pedido ao presidente para trocar o gramado do Renatão. Colocar uma grama mais adequada, que possa melhorar a preparação. Ele (William Simões) disse que vai analisar a situação, mas eu acho que vai dar certo sim. É uma boa porque vai facilitar o trabalho dos atletas e o da gente da comissão técnica também - declarou o técnico raposeiro em entrevista ao programa Bate Bola Campina da Rádio CBN.

E o pedido de Diá vai ser atendido mais rápido do que se imaginava. Isso porque o gerente administrativo do Estádio Amigão, Ascânio Paceli, informou que o gramado que é utilizado atualmente no Amigão, e que vai começar a ser substituído a partir do próximo domingo, vai ser repassado para o Campinense e reutilizado no Renatão.

- O presidente William Simões nos encaminhou um ofício fazendo essa solicitação, que foi repassada ao Governo do Estado, e a resposta foi positiva. O gramado do Amigão, quando for retirado, vai ser repassado ao Campinense e replantado lá no Estádio Renatão - comentou o gerente também em entrevista à CBN.

Na disputa da temporada 2019, o Campinense tem participação garantida no Campeonato Paraibano, na Copa do Brasil e também na Série D do Campeonato Brasileiro.

GE