As propostas que a nova presidenta da FPF prometeu e que os clubes vão cobrar

A nova presidenta da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Michelle Ramalho tem 40 anos, é formada em Direito e atualmente é Conselheira da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB). Ela faz parte da Comissão Nacional de Direito Esportivo da OAB nacional e atua como auditora do STJD, integrando a 1ª Comissão Disciplinar do órgão.

Principais propostas:


  • Realizar uma auditoria contábil e fiscal na federaçãoViabilizar junto à CBF a construção de um centro de treinamento dedicado as equipes filiadas a FPF;
  • Separar as dependências do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB) da FPF;
  • Criação de novos campeonatos para viabilizar um calendário anual para os clubes profissionais;
  • Negociar com o Governo do Estado a implantação do Programa Gol de Placa para os clubes da 2ª divisão;
  • Criação de sub-sedes da FPF pelo estado;
  • Buscar melhorias, como iluminação, gramado e segurança, nos estádios da Paraíba que sediam competições oficiais;
  • Criação do Departamento de Futebol Feminino para valorizar as atletas paraibanas;
  • Criação de estaduais femininos nas categorias sub-15, sub-17, sub-19, além do adulto;
  • Criação imediata da Escola de Árbitros.


Martir Esportes