Jornalista lança livro contando a história do clássico Botauto

Dentro da semana comemorativa dos 87 anos de fundação do Botafogo Futebol Clube, na Semana do Belo, o jornalista André Resende faz na terça-feira (25) o lançamento oficial do livro Dias de Botauto, que contam parte da história do clássico de futebol mais antigo da Paraíba, rivalizado entre os Botafogo da Paraíba e Auto Esporte Clube.

O lançamento vai contar com um bate-papo entre a crônica esportiva da Paraíba, ex-atletas, dirigentes, torcedores e torcedoras, numa grande mesa redonda democrática, a partir das 19h30, na praça de eventos do Manaíra Shopping, em frente à Livraria Leitura.

Neste ano, o clássico, que teve seu auge na década de 1950, completa exatamente 80 anos de existência, desde a primeira partida oficial entre os dois clubes, realizada no campo do Esporte Clube Cabo Branco, ainda na rua 1° de Maio, em Jaguaribe, no ano de 1938. O livro traz por meio de contos histórias ficcionais de três partidas emblemáticas envolvendos os dois principais clubes de futebol da capital paraibana.

A primeira partida oficial em 1938, o primeiro Botauto realizado no estádio Almeidão, na época ainda chamado de Satyrão, em 1975, e por fim, mas não menos importante, a última final de campeonato paraibano envolvendo Botafogo e Auto Esporte, em 1987.

Os três capítulos reservam partidas e placares reais. Jogadores que se tornaram lendas nos clubes de João Pessoa e no futebol paraibano. Times eternizados na memória de suas respectivas torcidas. Verídicos são também os momentos históricos e políticos recriados nas narrativas. A cidade de João Pessoa que desconhecia seu litoral em 1938, que presenciou a construção de prédios que marcaram para sempre o cenário urbano a partir de 1975, e que precisou se adaptar para lidar com o crescimento populacional no ano de 1987. O cenário, o recorte temporal, o futebol, todos são reais.

– Os momentos foram recriados a partir de reportagens publicadas nos jornais A União, O Norte, Correio da Paraíba e Jornal da Paraíba nos anos abordados, assim como de depoimentos de pessoas que vivenciaram o passado retratado no livro. Embasamento histórico que serviu de alicerce para a construção da narrativa – como conta o autor do livro.

A ficção, que proporciona a obra o caráter de livro-reportagem, fica por conta das personagens protagonistas. Figuras que ganham vida a partir da obra. Como Júlio Rodrigues, o primo dos cronistas Nelson Rodrigues e Mario Filho que nunca existiu. Como Zeca e Beto, duas de tantas crianças que poderiam ter vivido o primeiro Botauto na época do Satyrão, mas que só se apresentam no imaginário do livro. Como Tonico, jovem jogador e gandula que jamais assistiu à final de 1987.

– O livro permite um rápido mergulho na história do clássico mais antigo do futebol da Paraíba, uma leitura onde o grande personagem do livro é a própria rivalidade – comentou André Resende.

Sobre o autor

André Resende é paraibano orgulhoso, nascido e crescido em João Pessoa. É jornalista formado pela Universidade Federal da Paraíba e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFPB. Foi assessor de imprensa do Botafogo da Paraíba, escreveu para o finado Jornal O Norte e atualmente é repórter do G1 na Paraíba, além de figurar como contista marginal do cotidiano.

Lançamento do livro Dias de Botauto
Quando: terça-feira, 25 de setembro, às 19h30
Onde: Praça de eventos do Manaíra Shopping (em frente à Livraria Leitura)
Valor: R$ 35
Número de páginas: 100 páginas

Paraíba Online