Segundo enquete, Botafogo está melhor servido de treinador que Campinense e Treze para 2019

Não foi unanimidade, mas, se fosse um processo eleitoral, o Botafogo-PB estaria eleito no primeiro turno como o time mais bem servido de técnico para a temporada de 2019 entre os três maiores do Estado. Isso de acordo com o internauta do GloboEsporte.com. Em enquete lançada no portal, 51,88% dos votantes apontaram o Belo de Evaristo Piza como a equipe com o melhor treinador para a próxima temporada. O Treze do recém-chegado Maurílio Silva apareceu em segundo lugar, com 32,62% dos votos, enquanto o Campinense, do velho conhecido Francisco Diá, ficou em terceiro, com 15,50%.

O insucesso na meta de conseguir o acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro poderia ter derrubado Evaristo Piza do comando do Botafogo-PB. No entanto, acreditando na sequência do trabalho que deu uma guinada na equipe após a demissão de Leston Júnior, a diretoria do clube decidiu por manter Piza para a temporada de 2019.

A decisão anunciada após o término da participação do clube no Brasileirão da Série C foi bem recebida pelos torcedores do Botafogo-PB e refletida na enquete. Após assumir a equipe em junho, o treinador deu uma melhorada na equipe, que chegou ao mata-mata do acesso, quando foi eliminado pelo Botafogo-SP na disputa por pênaltis.

Antes mesmo de sofrerem com o quase no Brasileirão, o treinador e a diretoria já começaram a trabalhar visando o ano de 2019. Sob o comando e o olhar de Piza, o Belo já anunciou o vínculo com 15 atletas, entre contratações e renovações de contratos, para as disputas da Copa do Nordeste, da Copa do Brasil, do Campeonato Paraibano e da Série C do Brasileiro.

Já em Campina Grande, o internauta apostou no Treze com o segundo clube melhor servido de técnico para a temporada 2019. Oficialmente apresentado na última quarta-feira, Maurílio Silva tem o seu trabalho visto como uma aposta para a nova fase do Galo da Borborema.

A equipe, que terá em 2019 a participação no Campeonato Paraibano e na Série C do Brasileirão, contará com o comando de mais um treinador da safra da nova geração que vem sendo destaque no Brasil. Por ser desconhecido do futebol paraibano e com menos badalação e currículo que Flávio Araújo, que levou o Treze à Série C de 2019, Maurílio chegou já com questionamentos da torcida trezeana, que se manifestou nas redes sociais reclamando da inexperiência do técnico.

No entanto, após a apresentação oficial, o discurso de receptividade mudou e uma grande parcela dos torcedores trezeanos optou por dar um voto de confiança ao trabalho do treinador neste momento de mudanças no clube.

Em último lugar na enquete, ficou o Campinense, que vive uma sutil incerteza sobre a continuidade do trabalho de Francisco Diá como treinador. Diá, velho conhecido da torcida da Raposa, foi anunciado após a eliminação do clube na Série D no jogo que poderia render o acesso à Série C de 2019.

No entanto, após a mudança no comando do clube, o técnico chegou a afirmar que não sabe se permanecerá na equipe. Com o afastamento de William Simões da presidência do clube após requerimento jurídico como um dos desdobramentos da Operação Cartola, o treinador não tem certeza sobre sua permanência com a nova gestão de Félix Braz.

Para definir o futuro, a expectativa é que treinador e novo mandatário se reúnam ainda nesta semana. O Campinense terá em 2019 a presença no Campeonato Paraibano, na Copa do Brasil e na Série D do Campeonato Brasileiro.

Redação: GE