Antonino Macedo é empossado como presidente do Campinense para curto mandato de 60 dias

Menos de 48 horas após a divulgação da renúncia de Félix Braz, o Campinense já tem o novo mandatário oficializado no cargo. Antonino Macedo foi empossado no cargo na noite dessa quarta-feira e já começa os trabalhos na manhã desta quinta-feira. O mandato de interino deve durar 60 dias, tempo em que Antonino convocará novas eleições presidenciais.

A cerimônia de posse ocorreu no Estádio Renatão em uma reunião extraordinária com o Conselho Deliberativo da Raposa. Antonino assumiu o cargo por força do estatuto do clube. O novo presidente seguiu a linha de sucessão porque ocupava o cargo mais alto do conselho.

Para o lugar deixado por Antonino, Givaldo Severo, até então vice, assume a presidência do Conselho Deliberativo. Paulo de Tarso Firmino passa a ser o vice da pasta.

O curto mandato tem como principal objetivo a montagem do time para a nova temporada onde a Raposa disputará o Campeonato Paraibano, a Copa do Brasil e a Série D do Brasileirão. Além da convocação de eleições para o cargo de presidente em tempo hábil, dentro dos 60 dias de mandato.

Apesar da intenção de novas eleições, o clube ainda aguarda o desenrolar do julgamento de William Simões, presidente afastado por suposto envolvimento no esquema de manipulação de resultados no futebol paraibano.

Na ocasião, Antonino voltou a falar sobre a união de todos os setores que formam o Campinense neste momento conturbado de bastidores. Já nos trabalhos para fazer o clube se estruturar para 2019, o novo mandatário afirmou, em entrevista ao GloboEsporte.com, que se encontrará com Francisco Diá o mais rápido possível para seguir o planejamento das contratações

GE