Fábio Azevedo se afastar e está fora da diretoria do Treze

Amigo do agora ex-diretor de futebol Fábio Azevedo há três décadas, o novo presidente do Treze, o empresário Walter Cavalcanti Júnior, não vai contar com o aliado entre os membros da Diretoria Executiva que vai gerir o clube no biênio 2019-2020.

Em entrevista ao programa Bate Bola Campina, da CBN Campina Grande, nesta quarta-feira, o mandatário alvinegro confirmou o que já se comentava nos bastidores: Fábio quer se afastar do futebol.

- Conheço Fábio há mais de 30 anos. Como diretor de marketing, fiz parte da sua gestão em 2011, ano em que tivemos a satisfação de fazer o Treze bicampeão estadual. Qualquer dirigente gostaria de ter um diretor como Fábio na Executiva, mas, a pedido dele próprio, nossa gestão não o terá - afirmou Walter Júnior.

O presidente do Galo fez questão de ressaltar que continua considerando Fábio Azevedo como um aliado de primeira hora e que certamente poderá contar com o amigo como uma espécie de conselheiro.

 -  Fabio tem muito serviço prestado ao Treze. É um dirigente campeão. É opção dele querer se afastar. Mas, mesmo não fazendo parte da diretoria, ele se colocou à disposição para sempre ajudar o clube quando for necessário - pontuou.

Walter Cavalcanti Júnior ainda não definiu todos os seus pares de Diretoria Executiva, o que deve ser anunciado oficialmente apenas na solenidade de posse.

O mandatário alvinegro disse que pretende mudar o nome de algumas pastas e reconfigurar as prerrogativas dessas diretorias. Uma das modificações deve acontecer na atual Diretoria de Patrimônio, que terá o advogado Warlen Andrade André como titular.

A pasta deverá se chamar Diretoria de Infraestrutura e terá mais de um integrante. O objetivo é dividir as atribuições para tornar mais eficaz a administração e reestruturação do estádio Presidente Vargas.

GE