Botafogo é derrotado é da adeus ao acesso a Série B 2019

O Belo aplicou à risca a tática que uma equipe deve seguir quando só precisa do empate para se classificar. Se postou de maneira sólida na defesa, mas não se restringiu a apenas a sofrer, foi quase mortal em contra-ataques. Em um deles, Tiago Cardoso livrou o Pantera do pior. Apesar de dominar as ações do jogo, o time da casa não soube caprichar no passe final e entrou na arapuca dos visitantes.

Léo Condé começou a mexer no time e fez a melhor alteração logo no intervalo: sacou Serginho, responsável pela marcação, e colocou Leandro Salino, que marca bem, mas sai muito bem para o ataque. O time melhorou e criou mais chances reais, no entanto, estava diante de um Belo que não arrefeceu e com um goleiro, Saulo, em dia muito inspirado. A expulsão de Fábio Alves aos 24 minutos facilitou, mas nem mesmo a entrada de Élder Santana e Éverton Santos resolvia. Até que a bola encontrou Caio Dantas na entrada da área do time paraibano e o artilheiro da Série C não perdooou.

Com o empate, a disputa foi para os pênaltis. Gedeílson, Kivel e Daniel converteram as três primeiras para o Belo. O mesmo fizeram Tchô, Caio Dantas e Yuri. Até que Juninho, do Bota paraibano, acertou a trave. Mas Éverton Santos bateu mal na sequência e permitiu a defesa do excelente goleiro Saulo. Depois, coube a Tiago Cardoso novamente defender um pênalti de Marcos Aurélio. Na última batida, Felipe Augusto bateu com classe para marcar e colocar o Pantera na Série C.