Com campanha perfeita, Perilima vence Sport e garante retorno à elite Estadual

Foto: Acom Perilima
A campanha já dava o tom. Com 100% de aproveitamento, 30 gols marcados e apenas um sofrido em oito jogos, a Perilima está de volta ao primeiro escalão do futebol paraibano. Na tarde deste sábado, o time comandado pelo técnico mexicano Ricardo Campos recebeu o Sport-PB no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande. E com um gol de Sillas e outro de Manu, um em cada tempo, o time não tomou conhecimento do rival, venceu com autoridade e garantiu o retorno para a primeira divisão estadual. A tradicional equipe garante o acesso 11 anos após o rebaixamento. É um momento histórico no futebol da Paraíba.

Uma primeira etapa bem movimentada no Estádio Presidente Vargas. Mesmo sem público nas arquibancadas por recomendação do Ministério Público, Perilima e Sport-PB não se intimidaram e fizeram um jogo bem aberto, em busca de um importante gol que os colocariam numa situação mais confortável na busca pelo acesso. E foi o Carneiro quem teve a primeira melhor chance. Mas no chute de Erivan, o zagueiro da Águia, Matheus Camargo, salvou em cima da linha. Se o Sport-PB não conseguiu, a Perilima não desperdiçou. Aos 39 minutos, Marcelinho Paraíba fez jogada pela direita e cruzou para Sillas abrir o placar. O tento do time deixou o time de Campina Grande muito próximo do acesso.

Na etapa final, a Perilima seguiu em cima e teve até mais facilidade. O fato é que o Sport-PB sentiu o baque do gol sofrido e não conseguiu se reencontrar em campo. Com todo o ambiente ao seu favor, o time do técnico Ricardo Campos aproveitou a vantagem no marcador e se manteve em cima. No entanto, o gol que liquidou a fatura só veio no finalzinho, aos 41 minutos. Em um contra-ataque fulminante, o artilheiro do estadual, Manu, arrancou do meio de campo, invadiu a área e tocou na saída do goleiro Danilo. Foi o lance derradeiro, a Perilima estava mesmo garantida na primeira divisão da Paraíba em 2019.

O técnico do Esporte de Patos, Marcos Nascimento, até tentou, mas não conseguiu entrar no Estádio Presidente Vargas para acompanhar o seu futuro adversário na decisão da Segundona. O treinador do primeiro finalista da competição foi barrado pela diretoria da Perilima, que alegou que o confronto era de portões fechados por recomendação do Ministério Público e, por isso, o futuro adversário não conseguiu sequer passar pela entrada do PV.

Finalistas definidos no Campeonato Paraibano da 2ª divisão. Com a classificação da Perilima, o Esporte de Patos já conhece o seu adversário. O duelo, em ida e volta, vai colocar duas equipes invictas. Promete

GE